Nosso Patrono | Colônia Helvetia

Nosso Patrono – São Nicolau de Flüe

São Nicolau

No dia 25 de Setembro, é comemorada uma data especial: o nascimento de São Nicolau de Flüe, patrono de grande devoção dos helvetianos.

Conhecido também como “Bruder Klaus”, São Nicolau de Flüe ,”o Padroeiro da Suíça”, foi um guerreiro indomável, de ardentíssima devoção a Nossa Senhora. Com arma em uma das mãos e rosário na outra, salvou a Suíça de grave crise e marcou os rumos de seu país nas vias de Deus.

História

São Nicolau de Flüe, Padroeiro da Suíça, também chamado de Bruder (Irmão) Klaus.

Bruder Klaus nasceu no dia 21 de março de 1417 na Suíça. Oriundo de família pobre, passou a juventude ajudando o pai em trabalhos do campo, mas sempre inclinado à vida religiosa. A pedido do pai, casou-se com Doroteia, uma moça que muito o conduziu a Deus. Tiveram dez filhos que foram educados na fé, sendo que vários deles se tornaram sacerdotes, e um dos netos, Conrado Scheuber, morreu com o conceito de santidade.

Embora sendo um homem popular na sociedade em que vivia, devido aos cargos públicos e administrativos que ocupara, em comum acordo com Doroteia, retirou-se na solidão, para se dedicar exclusivamente a Deus. São Nicolau entregou-se totalmente à vida de oração, meditação, penitência e jejum, sem jamais deixar de participar das missas dominicais e dias santos; passou a usar uma tábua como cama e uma pedra como travesseiro. Durante 33 anos de sua vida, passou progressivamente a alimentar-se, de início, somente de frutas e ervas, até chegar a alimentar-se somente da Eucaristia, por vinte anos, até o final de sua vida.

Nicolau, que morreu com setenta anos, ao ir para o eremitério com 37 anos, em nada se alienou ao mundo. Pôde ele servir com conselhos e interferir pacificamente nas dificuldades entre católicos e protestantes, a ponto de ser amado e tomado como modelo de pacificador e pai da pátria.

Em Helvetia, a sua festa é tradicionalmente celebrada no dia 25 de setembro, com missa, procissão e competições esportivas entre descendentes de suíços fundadores contra descendentes de suíços não fundadores da Colônia.

Oração

Meu Senhor e meu Deus, tirai de mim
tudo quanto possa afastar-me de Vós!

Meu Senhor e meu Deus, concedei-me
tudo quanto possa atrair-me a Vós!

Meu Senhor e meu Deus, tomai-me
todo e fazei-me inteiramente Vosso!